Fashion and Design.

Posted in 1 by Alexandre Pavão on outubro 31, 2009

“Para muitas pessoas o mundo é tão incompreensível quanto o coelho que o mágico tira de uma cartola que há poucos instantes estava vazia. No fundo somos um coelhinho que é tirado da cartola, a única diferença entre nós e o coelhinho é que ele não sabe que está participando de um truque de mágica. Conosco é diferente, sabemos que estamos fazendo parte de algo misterioso e gostaríamos de explicar como tudo funciona.”

A cada dia que passo quebro a cara com as coisas que penso que são legais, certo ou errado.

Isso tem feito da minha vida uma grande lição,  onde eu erro e acerto com meus erros.

Existe somente uma idade para a gente ser feliz!

Somente uma época na vida de cada pessoa em que é possível fazer planos e ter energia bastante para realizá-los, a despeito de todas as dificuldades e obstáculos. Existe apenas uma idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente e desfrutar tudo com toda intensidade sem medo e nem culpa de sentir prazer. Essa fase em que a gente pode criar e recriar a vida, a nossa própria imagem e semelhança e vestir-se com todas as cores. Experimentar todos os sabores e entregar-se a todos os amores sem preconceito e nem pudor. Esse tempo de entusiasmo, coragem e em que todo o desafio é mais um convite à luta que a gente enfrenta com toda disposição de tentar algo novo, de novo e de novo, quantas vezes for preciso. Essa idade tão fugaz na vida da gente chama-se “presente” e tem a duração do instante que passa.

 

Anúncios

Posted in 1 by Alexandre Pavão on outubro 25, 2009

UM GAROTO QUE NASCEU COM UMA DOENÇA QUE NÃO TINHA CURA TINHA 17 ANOS E PODIA MORRER A QUALQUER MOMENTO. SEMPRE VIVEU NA CASA DE SEUS PAIS SOB O CUIDADO CONSTANTE DA MÃE. UM DIA DECIDIU SAIR SOZINHO E COM A PERMISSÃO DA MÃE CAMINHOU PELA SUA QUADRA OLHANDO AS LOJAS E AS PESSOAS QUE PASSAVAM. AO PASSAR POR UMA LOJA DE DISCOS NOTOU A PRESENÇA DE UMA MOÇA, MAIS OU MENOS DA SUA IDADE, ELA PARECIA SER FEITA DE TERNURA E PURA BELEZA, FOI AMOR À PRIMEIRA VISTA. ELE ABRIU A PORTA E ENTROU SEM OLHAR PARA MAIS NADA QUE NÃO A GAROTA. QUANDO O VIU, ELA DEU UM SORRISO E PERGUNTOU SE PRECISAVA DE ALGUMA COISA, ERA O SORRISO MAIS LINDO QUE ELE JÁ HAVIA VISTO, E A EMOÇÃO FOI TÃO FORTE QUE ELE MAL CONSEGUIU DIZER QUE QUERIA COMPRAR UM CD. PEGOU O PRIMEIRO DISCO QUE ENCONTROU SEM NEM OLHAR DE QUEM ERA, E DISSE: – ESSE AQUI. – QUER QUE EMBRULHE PARA PRESENTE? – PERGUNTOU A GAROTA SORRINDO AINDA MAIS. ELE SÓ MEXEU A CABEÇA PARA DIZER QUE SIM, ELA SAIU DO BALCÃO E VOLTOU POUCO TEMPO DEPOIS COM O DISCO MUITO BEM EMBALADO. ELE PEGOU O PACOTE E SAIU, LOUCO DE VONTADE DE FICAR POR ALI ADMIRANDO AQUELA FIGURA DIVINA. DAQUELE DIA EM DIANTE TODAS AS TARDES ELE VOLTAVA A LOJA DE DISCOS E COMPRAVA UM DISCO QUALQUER. TODAS AS VEZES A GAROTA DEIXAVA O BALCÃO E VOLTAVA COM UM EMBRULHO CADA VEZ MAIS BELO QUE ELE GUARDAVA EM SEU QUARTO SEM NEM ABRIR. ELE ESTAVA APAIXONADO MAS TINHA MEDO DA REAÇÃO DA MENINA, E ASSIM POR MAIS QUE ELA SEMPRE O RECEBESSE COM UM SORRISO DOCE, ELE NÃO TINHA CORAGEM DE CONVIDÁ-LA PARA SAIR. COMENTOU SOBRE ISSO COM SUA MÃE, QUE INCENTIVOU MUITO O MENINO A CONVIDÁ-LA PARA SAIR. UM DIA, ELE SE ENCHEU DE CORAGEM E FOI PARA A LOJA COMO TODOS OS DIAS, COMPROU OUTRO DISCO E COMO SEMPRE, ELA FOI EMBRULHA-LO. QUANDO ELA NÃO ESTAVA VENDO, ELE ESCONDEU UM PAPEL COM SEU NOME E SEU TELEFONE NO BALCÃO, LOGO EM SEGUIDA SAIU DA LOJA. NO DIA SEGUINTE O TELEFONE TOCOU E SUA MÃE ATENDEU, ERA A GAROTA DA LOJA DE DISCOS PERGUNTANDO POR ELE. A MÃE DESCONSOLADA NEM PERGUNTOU QUEM ERA, COMEÇOU A CHORAR E DISSE: – ENTÃO VOCÊ NÃO SABE? MEU FILHO FALECEU ESSA MANHÃ. MAIS TARDE, A MÃE ENTROU NO QUARTO DO GAROTO PARA OLHAR SUAS ROUPAS E FICOU MUITO SURPRESA COM A QUANTIDADE DE DISCOS EMBRULHADOS NO ARMÁRIO. FICOU CURIOSA E DECIDIU ABRIR UM DELES. AO ABRIR, VIU CAIR UM PEQUENO PEDAÇO DE PAPEL, ONDE ESTAVA ESCRITO: “VOCÊ É MUITO SIMPÁTICO, NÃO QUER ME CONVIDAR PARA SAIR? EU ADORARIA”. EMOCIONADA, A MÃE ABRIU OUTRO DISCO E DELE TAMBÉM CAIU OUTRO BILHETE QUE DIZIA O MESMO, E ASSIM, TODOS QUE ELA ABRIA TRAZIAM UMA MENSAGEM DE CARINHO E A ESPERANÇA DE CONHECER AQUELE RAPAZ. ASSIM É A NOSSA VIDA: NÃO ESPERE DEMAIS PARA DIZER A ALGUÉM ESPECIAL AQUILO QUE VOCÊ SENTE. AMANHÃ PODE SER TARDE DEMAIS. APROVEITE E FALE, ESCREVA, TELEFONE E DIGA O QUE AINDA NÃO FOI DITO. NÃO DEIXE PARA MAIS TARDE … QUEM SABE, VOCÊ NÃO TERÁ MAIS TEMPO.

Posted in 1 by Alexandre Pavão on outubro 15, 2009

Hoje senti falta de amigos que nunca mais vi, de outros que simplesmente se afastaram e de pessoas com quem nunca mais falei. Me veio na memória rostos e vozes da infância mágica que vivi! Tudo que marcou na minha vida. Olhei algumas fotos e textos, lembrei do meu passado e apenas senti saudade, sem culpa nenhuma! Senti falta do meu primeiro amor, do meu primeiro beijo e de todos os meus amores ligeiros. Estou sentindo saudade do que ainda não vi e do que ainda não conheci. De uma forma ou outra estou procurando quem me deixou sem dar satisfação e quem disse que voltaria e nunca mais voltou.

Estou pensando neste momento naqueles que não tiveram como me dizer adeus ou pedir perdão. Estou com saudade de tudo o que eu conquistei e experimentei.
Inocentemente fecho os meus olhos e vejo rostos de pessoas que passaram como um vulto na calçada me olhando da cabeça aos pés e sinto saudade de quem simplesmente amei. Sinto saudade dos que se foram quando eu mais precisava de um ombro amigo ou de um colo fraterno (no qual eu daria tudo para me despedir outra vez.)

Algo mais forte que a minha saudade, lá no fundo!

A saudade do teu afeto.

Posted in 1 by Alexandre Pavão on outubro 14, 2009

As pessoas vão dizer coisas que não significam nada pra mim, porque tudo o que eu conquistei é o que está na minha frente.

Ultimamente eu tenho sido arrastado por todos os lugares e tenho tomado pancadas que o tempo não pode apagar, apenas acredito que a dor vai passar e o tempo vai curar essas feridas.

Mas isso não significa que nossos dias acabaram, obrigado por sempre estar do meu lado quando eu mais precisei. Espero um dia poder olhar para trás e pensar: “Nunca vou me esquecer daquele tempo, era tão fácil amar.”

i love u ‘till the end.

Posted in 1 by Alexandre Pavão on outubro 10, 2009

i love u ‘till the end.

Posted in 1 by Alexandre Pavão on setembro 6, 2009

A sinceridade das pessoas mudam conforme o seu estado emocional, pois o que vem rápido costuma ir embora da mesma forma que chegou. O sentimento só se torna sincero quando você realmente conhece aquilo que está por trás das máscaras, “quando o sapo vira príncipe” (muitas vezes isso se inverte). Por isso sempre digo que a ilusão é uma fábrica de pessoas frustradas! Porque você não precisa ter se relacionado com dez pessoas para entender os sentimentos de dez namoros. Mesmo porque, pessoas são variáveis, enquanto no amor só existem duas possibilidades: certos ou errados. Há quem não acredita em segunda chance, enquanto o que leva tempo, geralmente, o tempo não leva. Tente uma, tente duas ou tente dez, leviandade nunca vira sentimentalidade. Beleza não põe mesa? Não necessariamente. Afinal, beleza não pode ser vista, apenas sentida! Assim como caráter não é genético. Meu bem, quem ama demais é capaz de odiar demais, SIM! Nem todo mundo que sofre evita que outros sofram. Fingir que nada aconteceu resolve? Sim, quando se está com alguém somente para exibir aos outros, a decepção chega ao perceber que, na verdade, ninguém se importa com a sua vida. Essas e outras, são coisas que eu apenas sinto sem querer. “Viver me fez entender a vida”, e pessoas são decepções umas para com as outras. Sabe aqueles conselhos que todo mundo dá e todo mundo não ouve? Espertas acabam sendo as pessoas que insistem. No fundo, todo mundo sabe o que deve fazer, só que cada um escolhe seu modo de confirmar, isso se chama HUMANIDADE.

São tempos difíceis para os sonhadores.

Posted in 1 by Alexandre Pavão on agosto 29, 2009

Fazia tempo que eu não sentia esse sentimento “único” chamado felicidade. Fazia tempo que eu não via o sol com meus próprios olhos, mas hoje tive a certeza de que a felicidade está bem perto, aqui do lado! Mas nem sempre a gente vê. Para uns a felicidade se manifesta em pequenas coisas, e comigo não foi diferente. Na noitada anterior percebi que tudo o que eu preciso pra ser feliz está bem aqui, debaixo do meu nariz. Estou me sentindo a pessoa mais feliz do mundo, porque estar com vocês é tudo o que eu mais quero!

Principalmente quando estamos com uma pessoa marcante na sua história de amor (?) Sabe, vejo o mundo lá fora e te sinto aqui dentro, bem forte. Não sei mais se eu te amo, só sei que é contraditório, por maior que seja a distância você está sempre aqui. Ainda sinto cada abraço, cada emoção de cada riso e confesso eu ficava bravo, nas várias vezes em que você não vinha, mas ainda assim eu gostava de te esperar.

Hoje, prometo pra mim mesmo que nunca mais me apaixonarei de uma forma banal, porque se for pra amar, amarei da forma mais sincera e forte que existe. Só assim conseguirei te esquecer! Não que eu esteja triste e sozinho, jamais. Mesmo porque, tenho os melhores amigos do mundo e tenho certeza de que nunca me sentirei só. O que tenho pra dizer é que esses dias estão sendo muito significantes pra mim! Vou tentar esquecer o passado, pois por mais que hoje nós não estejamos juntos ainda assim estamos no mesmo mundo e disso não podemos fugir. Na grandeza do universo, incomparável à do amor, estamos mais perto do que as estrelas no imenso céu.

.

Posted in 1 by Alexandre Pavão on agosto 23, 2009

Estamos vivendo um tempo de medo, desejo e mágoa. Cansei de covardes, desagradáveis e apáticos. Cansei também de gente que não é gente! Cansei de me entregar e morrer na praia. Estou cansado de me sentir uma raridade em um cenário de pessoas tão pequenas. Estou cansado de coisas das quais não se pode se descansar.

“Todo esse silêncio pesado nos esmaga cada vez mais.”

Precisamos de um espaço de liberdade e não de uma vitrine imensa de ignorância variável. Precisamos de uma corrente de sabedoria e cultura. Precisamos também de gentileza (como se ainda existisse cortesia e fraternidade).

Vamos tentar!

Não é um vírus que amedronta a humanidade, e sim, uma doença mental. As pessoas estão aceleradas, grosseiras e indelicadas. Foi-se o tempo em que o amor era doado, hoje em dia doa-se doença.

Hoje eu sei que o melhor é acreditar.

Hoje não sei definir o que sinto.

Posted in 1 by Alexandre Pavão on agosto 10, 2009

O eterno existe? Prefiro acreditar que sim. As pessoas queridas tornam-se pó, mas o carinho será sempre o mesmo! E agora que me perco no somar dos caracteres em busca das palavras que já nem sei, me pergunto sem questionar por quê?. Não sei, me acostumo com o que provoca todo o nada que eu já não sei.

Dizem que o tempo é rei e que um dia a gente esquece tudo. Se o tempo é mesmo rei, eu nunca pertenci à monarquia. Ainda acho que há muita coisa que nem o tempo é capaz de apagar! O tempo ameniza.

No entanto, a ilusão do “com o tempo vai passar” é confortável, uma boa muleta para voltar a caminhar pela estradas incertas dessa vida ainda mais incerta. Vida incerta, faz a morte parecer uma covardia. No entanto, um alívio. Há dias em que penso que o caminho seria voltar no tempo e deixar de conhecer certas pessoas, aquela pessoa que te tira o sono, que te faz perder a cabeça e por quem a lágrima insiste em cair.

Mas não dá, não posso.

A saída é mesmo mudar: reciclar as atitudes e deixar de sofrer todo dia. Sofrer?! Risquei a palavra sofrer da minha agenda, amar eu ainda deixei, a lápis.

Saudações a toda memória triste, digna de esquecimento. O poeta é um idealista e quem não tem o que deseja esquecer não deve ter muito do que lembrar.

Longe de casa, perto da família.

Björk na capa da Interview

Posted in 1 by Alexandre Pavão on maio 29, 2009

Interview Magazine JuneJuly 2009 - Björk

A cantora Björk esta na capa da revista Interview do mes de junho/julho 2009. A moça foi fotografada por Inez Van Lamsweerde e Vinoodh Matadin, cujo fizeram a arte da capa do album Vespertine lançado em 2001.